Funcionalismo Público Estadual – Prêmio Servidor Cidadão está de volta e abre inscrições

A iniciativa integra as ações de valorização ao funcionalismo público, empreendidas pela administração baiana, e irá destinar R$ 42 mil para a premiação dos vencedores


Fotos: Arquivo/Saeb

Está de volta o Prêmio Servidor Cidadão. Suspenso em função da pandemia da Covid-19, a premiação – que reconhece ações voluntárias desenvolvidas pelos servidores estaduais em toda a Bahia – inicia as inscrições nesta segunda-feira (25). Podem participar servidores ou grupo de servidores da ativa, ocupantes de cargo comissionado, contratados via Reda e Primeiro Emprego, vinculados ao Poder Executivo, Legislativo ou Judiciário, que desenvolvam no seu dia a dia ações que tenham impacto social.

Empreendidas pela administração baiana, a iniciativa integra as ações de valorização ao funcionalismo público, e irá destinar R$ 42 mil para a premiação dos vencedores, do primeiro ao décimo lugar, além de reservar R$ 10 mil para uma das instituições sem fins lucrativos beneficiadas por ações de servidores que tenham ficando entre os cinco primeiros colocados na premiação. Os vencedores serão conhecidos durante as comemorações pela passagem do Dia do Servidor (28 de outubro).

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br), até o dia 20 de julho. A página dará acesso ao sistema para submissão das propostas, além do regulamento e legislação vigente. Os interessados em participar podem obter mais informações com a Diretoria de Valorização e Desenvolvimento de Pessoas, da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), pelo telefone (71) 3115-1553/1558 ou pelo e-mail [email protected]

Só para se ter uma ideia, mais de 1.500 servidores já foram reconhecidos desde a criação do prêmio. A última edição da premiação, realizada em 2018, registrou 96 projetos inscritos, sendo 42 da capital e outros 54 do interior. A grande vencedora desta edição foi a servidora Rosane Viana Jovelino, da Saeb, com o Núcleo Produtivo de Ostra com a Criação de Ostra em Cativeiro, com atuação na região de Cachoeira, em Santiago do Iguape.

A iniciativa atende pelo menos 75 famílias na produção da iguaria, movimentando a economia local e fortalecendo as comunidades quilombolas e sua ancestralidade. A servidora declara que a conquista “é um prêmio de toda sua comunidade, pois se trata de um trabalho coletivo”. No ano seguinte, o projeto virou tema da dissertação de mestrado na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) realizado pelo fotógrafo Gilucci Augusto, que fez registros fotográficos do cotidiano das mulheres do quilombo para verificar como elas se percebem nas imagens.

São aceitos projetos ou ações que visam a melhoria da qualidade de vida e da prestação de serviços, bem como, o estímulo à cultura, à capacitação profissional e à formação educacional, no âmbito da comunidade baiana. As informações são fornecidas em formulário online e submetidas à avaliação da comissão especial constituída para o prêmio, com visitas in loco para e seleção das finalistas.

Essa é a décima sexta edição do Prêmio Servidor Cidadão, que foi instituído pela lei nº 8.573, de 13 de janeiro de 2003. A premiação acontecia todos os anos, de forma paralela ao Prêmio de Boas Práticas até 2017, quando a lei nº 13.716 alterou a periodicidade e estabeleceu alternância entre as iniciativas.

Fonte: Saeb 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo